Marta Mencarini Guimarães (1982) Artista visual, pesquisadora, professora e mãe. 

Doutoranda em Arte pela Universidade de Brasília UnB, na linha de Poéticas Transversais com bolsa CAPES sob a orientação da Profa. Dra. Maria Beatriz de Medeiros.

Possui Mestrado em Arte e Tecnologia pela Universidade de Brasília UnB (2010), Bacharelado em Artes Visuais pela Universidade de Brasília UnB (2007) e Licenciatura em Artes Visuais pelo Centro Universitário Claretiano CUC (2018). Desenvolve pesquisas sobre feminismos e maternagem na arte contemporânea.

Tem experiência na área de artes, transitando pela história da arte, pintura, fotografia, performance, intervenção urbana, arte tecnologia e vídeo.

Professora Substituta/visitante do Instituto de Artes IDA, Departamento de Artes Visuais VIS da Universidade de Brasília UnB (2019 - 2020). Coordenadora do projeto Mapeamento Arte e Maternagem, integrante do Coletivo Matriz e do Grupo Mesa de Luz.

Como integrante do Coletivo Matriz desenvolve intervenções urbanas e ações performáticas em parceria com as artistas  Angélica Nunes, Bárbara Moreira, Camila Melo, Clarice Gonçalves, Raissa Miah e Tatiana Reis.

 

O Coletivo Matriz é um coletivo de mulheres-mães-artistas. Desenvolvimento de linguagem nas áreas de performance e intervenção urbana levantam questões invisíveis sobre a maternidade, a maternagem e ser mulher mãe artista na contemporaneidade.  

@coletivomatriz

 

Como integrante do Grupo Mesa de Luz em espetáculos de cinema ao vivo realizados em parceria com os artistas plásticos Hieronimus do Vale e Tomás Seferin. Desenvolvimento de linguagens nas áreas de performance audiovisual, colagem, animação de formas, dança-teatro e vídeo-cenografia.

@grupomesadeluz

Grupo Mesa de Luz on vimeo 
 

O Grupo Mesa de Luz participou de diversos eventos nacionais como o Festival de Arte Digital em Belo Horizonte, o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica em São Paulo, o Salão de Abril em Fortaleza, o Circuito SESC de Artes pelo estado de São Paulo, o Festival Internacional de Teatro Cenacontemporânea em Brasília e o Salão de Arte Contemporânea do Centro-Oeste em Goiânia. Neste ano foi agraciado com o Prêmio Energisa de Artes Visuais em João Pessoa e contemplado na categoria Espetáculos Multimídia no Rumos Cinema e Vídeo 2012-2014 do Itaú Cultural.

Outras Exposições Coletivas:

Exposição Matriz

Museu Nacional da república de Brasília, 08/10/2019 a 07/11/2019.

 

A Exposição Matriz se deu como uma exposição individual da artista Clarice Gonçalves sob Curadoria de Cinara Barbosa.

Paralelamente à exposição a mostra de obras de artistas que foram selecionadas a participarem do ateliê coletivo/residência, sob curadoria de Clarice Gonçalves. 

Adriane Oliveira, Aila Beatriz, Angélica Nunes, Barbara Moreira, Camila Melo, Carolina de Souza, Débora Mazloum, Marta Mencarini, Raissa Miah e Tatiana Reis. 

Sexta de Arte 

projeto artístico  cultural, criado pelo Núcleo de  Extensão/ Next da Faculdade ICESP,  e tem como proposta primordial a  vivência artística no ambiente  acadêmico.

Pinturas de Marta Mencarini e Nilo  Serpa, Águas Claras, 23 de novembro de 2018.

 

SEMICÍRCULO

Museu Nacional do Conjunto Cultural da República, Brasília. Exposição de pinturas. 06 a 26 de abril de 2010.

Brasília Prazer de Pintura

Galeria Fayga Ostrower, FUNARTE, Brasília. Brasília Outros 50. Exposição em homenagem a Athos Bulcão, Rubens Valentim, Glênio Bianchetti e Douglas Marques de Sá. Curadoria Bené Fonteles. 20 de abril a 30 de maio de 2010.

Ex-Tensões Urbanas

Exposição de pintura mural com Rodrigo Paglieri e Tiago Botelho na galeria Espaço Piloto-UnB. De 08 de abril a 07 de maio de 2008.

Projeto conexão Artes Visuais

MINC/FUNARTE/PETROBRAS, Ar Livre Artes Visuais Intervenções Urbanas. Com o trabalho em estêncil, que recebeu o nome de Autômato. O trabalho parte de uma reflexão sobre o sedentarismo e a falta de tempo do ser humano contemporâneo, a imagem representa um homem que trabalha no computador e ao mesmo tempo faz exercícios físicos em uma bicicleta ergométrica. O estêncil foi realizado nas passarelas subterrâneas das quadras 105/405 sul, 105/405 norte e 107/407 norte. De 25 á 30 de janeiro de 2008.

                                                                                                      

IMG_20190917_155545547.jpg